Leitor Impacto

Siga-nos nas redes sociais

Guia para orar pelos crentes israelenses

Suas orações estão LEVANTANDO a nação de Israel! Os 21 dias do Jejum e Oração Global por Israel em Isaías 62 estão indo de vento em popa e causando um impacto significativo no ambiente espiritual do país. Há uma nova abertura entre as pessoas para ouvir aqueles que compartilham sua fé e a diferença é palpável.

Fiz um pequeno vídeo – clique aqui – esta semana intitulado Sete Pontos-Chave de Oração por Israel, para você usar enquanto continua a orar. Os pontos de oração estão dispostos cronologicamente e em uma ordem progressiva de importância. Espero que você ouça, ore e depois compartilhe com outras pessoas.

Ariel Blumenthal e Jeremiah Smilovici, da nossa equipe de Jerusalém, bem como Felipe Hasegawa, da equipe Tikkun Global nos EUA, viajaram para Kansas City esta semana para se juntarem a Mike Bickle e outros na International House of Prayer (Casa Internacional de Oração) para apoiar a intercessão contínua por Israel. Eles se engajarão em orações e participarão de reuniões em demonstração de nossa unidade e apreço por seu compromisso de orar. Você pode se juntar a eles 24 horas por dia, 7 dias por semana, na sala de oração AO VIVO – clique aqui.

Essa iniciativa de oração de Isaías 62 culmina em um momento especial de comunhão com os principais líderes das nações, aqui mesmo em Jerusalém, no dia 28 de maio. Será um momento crucial para demonstrar a unidade e o alinhamento entre a Ekklesia internacional e o remanescente messiânico em Israel.

Sinta-se encorajado, pois não importa o que esteja acontecendo na política ou na sociedade ao seu redor, Deus está se movendo entre Seu povo e construindo Seu Reino. E suas orações e sua fé são uma parte significativa disso.

Com muito amor e apreço,

Asher
Em nome da equipe Tikkun Global Jerusalém


Guia para orar pelos crentes israelenses
Ann Carroll

1. POR UMA COMUNHÃO MAIS PROFUNDA COM O PAI, O FILHO E O ESPÍRITO SANTO – Com poucos recursos em um dos lugares mais difíceis da Terra, os crentes judeus e árabes precisam de uma comunhão mais íntima com o Pai, o Filho e o Espírito Santo, até que estejam suficientemente preparados para seu destino e chamado.
“…para conhecer o amor de Cristo, que excede todo o conhecimento, a fim de que sejais cheios de toda a plenitude de Deus.” Ef 3.19

2. MAIS COMUNHÃO E VITÓRIA SOBRE O PECADO – A maioria dos crentes não tem comunhão próxima (grupos caseiros/relacionamentos responsáveis), mas enfrenta estresse extremo, tentações e forças malignas.
“E que o Senhor vos faça crescer e abundar em amor uns para com os outros e para com todos, e que Ele possa estabelecer os vossos corações irrepreensíveis em santidade diante de nosso Deus e Pai.” 1Ts 3.12,13

3. ABRAÇANDO O CHAMADO BÍBLICO – Os crentes judeus precisam entender melhor sua identidade e seu chamado como sacerdotes, uma nação santa, anfitriã das nações, uma luz para as nações e como se preparar para receber o retorno de Jesus. Ore para que eles sejam transformados em servos humildes e sacrificiais ao se renderem e abençoarem as nações gentias. Que seja desfeita qualquer confusão sobre a identidade deles como crentes em Jesus com herança judaica (a identidade judaica messiânica é relativamente nova e criticada).
“Vocês são pedras vivas que Deus está construindo em Seu templo espiritual. Além disso, vocês são seus santos sacerdotes… vocês são sacerdotes reais, uma nação santa… vocês podem mostrar aos outros a bondade de Deus.” 1 Pe 2.5,9

4. QUE OS REMANESCENTES AUMENTEM EM NÚMEROS – Um pequeno grupo de crentes judeus israelenses vive em uma sociedade não alcançada pelo Evangelho – menos da metade de 1% da população judaica é crente em Jesus, e os cristãos árabes são apenas 2% da população israelense e, em sua maioria, católicos tradicionais/ortodoxos gregos. A sociedade judaica israelense é 55% secular ou ateia, 33% ortodoxa tradicional e 12% ultraortodoxa/hassídica.
“E todos os dias o Senhor acrescentava à sua comunidade aqueles que estavam sendo salvos” At 2.47

5. PARA QUE OS CRENTES PERSEGUIDOS SEJAM FORTALECIDOS/ENCORAJADOS – Os crentes judeus são vistos pelos israelenses como inimigos do judaísmo rabínico, a religião oficial, e os cristãos árabes ameaçam o Islã (os muçulmanos são 20% da população). Os crentes sofrem discriminação no trabalho, na sociedade e em casa por causa de sua fé. O Novo Testamento e os fatos sobre Jesus e a igreja primitiva são desconhecidos ou mal compreendidos na sociedade israelense.
“O povo santo de Deus deve suportar a perseguição com paciência e permanecer fiel.” Ap 13.10

6. QUE AS FAMÍLIAS POSSAM VENCER, MESMO SOB ATAQUE – A maioria das famílias crentes sofre dificuldades econômicas e dívidas (Israel está entre os 20% dos países mais caros), rejeição de familiares não salvos ou não tem apoio familiar. Nos últimos 10 anos, o divórcio está mais comum e muitos jovens adultos estão deixando a fé de seus pais, especialmente a dos líderes. Alguns são atraídos pela sociedade secular e mundana (Tel Aviv é apontada como uma das “cidades mais gays do mundo”, com relatos de que 25% da população é gay).
“Ora, àquele que é poderoso para vos guardar de tropeçar, e apresentar-vos irrepreensíveis, com grande alegria, perante a sua glória” Jd 24

7. SEGURANÇA FÍSICA E CURA EMOCIONAL – Como é comum entre os israelenses, muitos crentes sofrem de medo, ansiedade, depressão, trauma e doenças mentais. A segurança física é uma preocupação diária em algumas áreas (os israelenses têm 3 vezes mais TEPT (Transtorno do estresse pós-traumático) do que os americanos devido a terrorismo, guerras, antissemitismo e serviço militar obrigatório em zonas perigosas entre 18 e 21 anos).
“Oro para que vocês gozem de boa saúde e para que tudo corra bem com vocês” 3 Jo 2

8. PARA A CAPACIDADE E O DESEJO DE IMIGRAR DOS CRENTES JUDEUS (ALIYAH) – Toda imigração de crentes é proibida pelas autoridades rabínicas e governamentais no processo legal. Aqueles que acreditam que Jesus é o Messias são rejeitados, mas budistas, new agers e ateus são aceitos. Mais de 1 milhão de crentes com pais ou avós judeus poderiam se qualificar para imigrar (Aliyah), se essa discriminação cessasse.
“Porque eu os farei voltar a esta terra que dei a seus pais.” Jr 16.15

9. PROVISÃO E APOIO ÀS IGREJAS E MINISTÉRIOS – Embora existam centenas de congregações/igrejas domésticas e organizações sem fins lucrativos, a maioria não possui instalações próprias, não tem uma equipe remunerada e treinada, enfrenta dificuldades devido à insuficiência de recursos e sofre com processos judiciais. Estima-se que apenas 1% de todas as doações feitas por cristãos a Israel chegue às organizações evangélicas locais; em vez disso, são destinadas apenas a organizações ortodoxas judaicas, organizações seculares sem fins lucrativos ou entidades governamentais. Que a Igreja Global comece a doar generosamente para as igrejas israelenses, organizações sem fins lucrativos e famílias de fé que estão testemunhando e construindo o Reino de Deus em Israel.
“Porque, se os gentios têm sido participantes das suas coisas espirituais, cumpre-lhes também ministrar-lhes nas coisas materiais” Rm 15.25-27

10. PELA LIBERDADE DE OUVIR AS BOAS NOVAS/EVANGELIZAR – Que o evangelho seja compartilhado em todas as esferas da sociedade. Historicamente, toda a mídia/rádio/tv tem sido controlada por autoridades rabínicas e governamentais que proíbem o evangelho nos idiomas nativos. As organizações ortodoxas antimessiânicas e até mesmo alguns cristãos evangélicos tentam ativamente bloquear o alcance dos crentes locais. Os turistas não cidadãos são limitados por vistos de apenas 3 meses/ano. Nenhuma organização missionária global opera abertamente aqui. Algumas organizações cristãs que começaram há 30 anos estão operando, mas assinaram acordos de não evangelização.

Atualmente, é legal que os cidadãos evangelizem todos os adultos, mas existem restrições na lei do Código Penal de 1977 (que proíbe compartilhar a fé cristã por meio de ensino ou ajuda a menores sem o consentimento dos pais ou aos pobres/necessitados/idosos; ambos são puníveis com pena de prisão). Recentemente, uma emenda foi promovida por líderes ultraortodoxos que mudariam a lei para se aplicar a tentativas de compartilhar as boas novas diretamente, por mala direta ou on-line, com qualquer adulto. Isso tornaria ilegais todas as igrejas e ministérios.
“Senhor, concede aos teus servos que falem com toda a ousadia a tua palavra… e que se façam sinais e prodígios pelo nome do teu santo Servo Jesus.” At 4.29-30

11. POR MAIS TRABALHADORES E LÍDERES DE IGREJA MADUROS – Entre as comunidades hebraica, russa e árabe, há uma necessidade crítica de trabalhadores: professores bíblicos treinados, pregadores, professores de jovens/crianças, líderes de louvor e administradores, juntamente com recursos suficientes para pagar os salários. Existe uma pequena escola bíblica para aqueles que falam hebraico, russo ou árabe. Portanto, a maioria dos líderes da igreja são autodidatas na Bíblia.
“Então eu lhes darei pastores segundo o meu coração, que os guiarão com conhecimento e entendimento.” Jr 3.15

12. QUE O CORPO LOCAL POSSA SE CONECTAR COM A IGREJA GLOBAL – A maioria dos crentes judeus ou árabes e suas igrejas e ministérios não têm conexão com os crentes de outras nações, mas o relacionamento é bem-vindo. Embora vários milhões de turistas cristãos visitem Israel todos os anos, eles raramente encontram os crentes locais. A maioria se concentra apenas nos locais da Terra Santa. Os turistas são frequentemente desencorajados a se encontrarem com os crentes pelos guias turísticos que têm limites de tempo rígidos. Ore para que os cristãos globais busquem um relacionamento com o remanescente de crentes, solicitando boletins informativos do ministério, aumentando a oração, o apoio financeiro, as reuniões de zoom e a comunicação.
“…até que todos cheguemos à unidade da fé” Ef 4.13

Este Guia de Oração é fornecido pelo site [email protected], que pode ser contatado para obter cópias adicionais. Para encontrar crentes e vários ministérios, informações de contato e encomendar boletins informativos, acesse estas redes:
WWW. FIRMISRAEL.ORG
WWW.TIKKUNGLOBAL.ORG
WWW.KEHILA.ORG

Gostou? Compartilhe...

WhatsApp
Telegram
Twitter
Facebook
Imprimir

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Continue lendo

Conteúdo Relacionado

Vento Forte a Noite Toda

Asher Intrater O Senhor disse a Josué que estaria com ele da mesma forma que estava com Moisés (Josué 1:5). De maneira semelhante, Yeshua disse a

A Presença Interior do Espírito Santo

Asher Intrater Os valores judaico-cristãos incluem padrões morais, fundamentos sociais e uma visão geral do mundo. Eles são essenciais à humanidade e a toda a