Leitor Impacto

Siga-nos nas redes sociais

Meu Deus, por que me abandonaste?

Achamos que você gostaria de conhecer um pouco mais sobre a visão que compartilhamos como equipe da Tikkun Global Jerusalém. Queremos que você se conecte a essa visão e se junte a nós em oração e fé por tudo o que Deus está nos chamando para fazer juntos.

Como você deve saber, a Tikkun Global é uma família mundial, que batalha para que o avivamento e a restauração que uma vez saíram de Jerusalém, Judeia, Samaria e alcançaram os confins da terra agora voltem para cá (At 1.6-8). Por mais de quarenta anos, temos nos dedicado à dupla restauração: de Israel e da Igreja, pois cremos que isso levará à vinda do Reino de Yeshua e à “restauração de todas as coisas”. (Rm 11.11-15; At 3.21)

Pensando nisso, nós buscamos:

  • Promover a unidade em amor dos líderes judeus e árabes em Israel e em todo o Oriente Médio.
  • Difundir a mensagem do Reino de Deus em todas as nações, começando em Jerusalém, através da pregação, divulgação e ensino.
  • Fazer parcerias com amigos de todo o mundo que compartilham dessa visão e receber muitos deles quando vêm a Jerusalém.
  • Mobilizar orações estratégicas por Israel e pela igreja.
  • Servir ao remanescente judaico-messiânico em Israel, especialmente entre as congregações da família Tikkun.
  • Construir nossa base ministerial no centro de Jerusalém para servir de apoio para todos os objetivos acima.

A visão é grande. No natural, parece impossível de se cumprir. Mas quando nos rendemos ao Senhor, Ele pega o que lhe é oferecido e o multiplica pela Sua graça. Somos simplesmente vasos, fazendo o que Ele nos chamou para fazer neste tempo e esperando que Ele receba TODA a glória.

Obrigado por estarem conosco!
Em Yeshua,

Asher Intrater e Ariel Blumenthal
Em nome da equipe Tikkun Global


Meu Deus, por que me abandonaste?
Asher Intrater

Você já passou por uma situação em que tudo parece estar dando errado e você não sente a presença de Deus? Bem, você não é o único. A maioria de nós já passou por situações semelhantes.

O rei Davi orou assim:

תהילים כ”ב:2
אֵלִ֣י אֵ֭לִי לָמָ֣ה עֲזַבְתָּ֑נִי רָח֥וֹק מִֽ֝ישׁוּעָתִ֗י

Salmo 22.1
Meu Deus, meu Deus, por que me abandonaste? Tão longe da minha salvação?

Yeshua citou e repetiu a oração de Davi quando Ele estava na cruz (Mt 27.46, Mc 15.34). Por que Yeshua disse isso?

  1. Abandono temporário – Yeshua não disse isso porque Deus havia se esquecido dele ou o abandonado sem propósito. Deus nunca nos abandona quando somos fiéis a Ele. Esse abandono foi temporário e tinha um propósito.
  2. Cumprimento da profecia – Yeshua citou o Salmo 22, que descreve o sofrimento do Messias. O povo judeu lê o livro de Salmos em tempos de aflição. Yeshua está se identificando e nos indicando que o que aconteceu com Ele na cruz é um cumprimento do Salmo 22.
  3. Teste de obediência – A cruz foi um teste de fé para Yeshua. Ele seria obediente ainda que por um momento ele fora deixado sozinho? A natureza de um teste [ou da provação] exige que a pessoa seja deixada sozinha. Veja o exemplo de Ezequias (2 Cr 32.31). Yeshua estava sendo provado para que pudesse receber toda a autoridade (Fp 2).
  4. Encorajamento para nós – Ao passar por momentos difíceis, podemos sentir que Deus se esqueceu de nós. Saber que Yeshua se sentiu assim durante a crucificação pode nos ajudar a lidar com nossos sentimentos. “Se ele se sentiu assim, é compreensível que eu me sinta assim às vezes”.
  5. Castigo pelo pecado – O pecado humano nos afasta de Deus. O castigo pelo pecado é exatamente este: estar separado de Deus. Yeshua tomou esse peso sobre Si mesmo para pagar o preço pelo nosso perdão. Por nossa causa, Ele teve que experimentar a separação de Deus.
  6. Necessário ser morto – As Escrituras profetizam repetidamente que o Messias tinha que morrer por nós. Se Deus não removesse Sua presença de Yeshua, então Yeshua não poderia ter morrido. Ser abandonado foi o prelúdio de ser morto, sua morte nos trouxe salvação.
  7. Advertência de condenação – A justiça total exige punição eterna. Deus adverte os seres humanos, mas nós não escutamos. O abandono temporário de Yeshua por Deus é um sinal de alerta de que há uma expectativa de abandono eterno. A cruz é como o som de uma sirene que nos alerta para a necessidade de sermos salvos da condenação.

Quando tudo parece errado e não sentimos a presença de Deus, isso não significa que as coisas não vão dar certo. Muitas vezes os melhores resultados saem das piores situações. Deus é bom, todo-poderoso, o tempo todo.

O que devemos fazer quando estamos passando por situações difíceis? Vamos seguir o exemplo de Yeshua. Ele dedicou novamente Sua vida a Deus – “em tuas mãos entrego o meu espírito” (Lc 23.46; Sl 31.5) e perdoou aqueles que lhe fizeram mal – “Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem” (Lc 23.34).

Nós não temos que tentar mudar a situação, mas temos que ter a atitude correta. Nossa resposta é a mesma:  nova dedicação e perdão. Confiamos que Deus está no controle confiamos nossa vida a Ele. Essa atitude permite que Deus aja em nossas vidas.

É normal que uma pessoa piedosa, que vive em um mundo pecaminoso, sinta que tudo está contra ela.  Em tempos de provação, pode-se não sentir a presença de Deus.  Yeshua nos disse: “No mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo” (Jo 16.33).

Experiência compartilhada

De certa forma, é muito encorajador saber que Yeshua se sentiu abandonado na cruz. Naquele momento histórico, o amor de Deus pagou o preço para redimir a humanidade. Somos chamados a compartilhar experiências com Deus. Que momento incrível para “compartilhar” com Yeshua!

Pense no ladrão na cruz, que se arrependeu e pediu para estar com Yeshua no paraíso.  Em essência, ele já estava com Yeshua. Ele estava compartilhando a experiência da cruz. Aquele pode ter sido o melhor lugar do mundo inteiro em qualquer momento da história.

Somos chamados a estar crucificados com Yeshua (Gl 2.20) e a tomar nossa cruz diariamente (Lc 9.23). Se você tem vontade de clamar: “Meu Deus, por que me abandonaste? ” – compartilhe essa experiência com o Senhor, e Ele a compartilhará com você.

 

Gostou? Compartilhe...

WhatsApp
Telegram
Twitter
Facebook
Imprimir

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Continue lendo

Conteúdo Relacionado

Vento Forte a Noite Toda

Asher Intrater O Senhor disse a Josué que estaria com ele da mesma forma que estava com Moisés (Josué 1:5). De maneira semelhante, Yeshua disse a

A Presença Interior do Espírito Santo

Asher Intrater Os valores judaico-cristãos incluem padrões morais, fundamentos sociais e uma visão geral do mundo. Eles são essenciais à humanidade e a toda a